Japonês sem Peixe

Para atender veganos que apreciam a comida asiática, a JapaVegana 
cria sushis em que o peixe é substituído por legumes e cogumelos

Adepta do veganismo, Candy Saavedra, 44 anos, tinha dificuldade para localizar comida japonesa sem ingredientes de origem animal. “Ela só achava sushis de pepino e manga, nada que fosse saboroso”, diz Barbara Burnier, 38, sua sócia no delivery de comida japonesa JapaVegana. “Como somos apaixonadas por comida asiática, resolvemos criar um negócio que unisse a alimentação à base de plantas a essa culinária tão especial, criando sabores únicos.”


O negócio foi aberto há pouco mais de um ano, com um investimento de R$ 60 mil. “Os maiores desafios foram aprender a liderar pessoas, controlar a gestão financeira e executar o projeto da forma como havíamos planejado desde o início.” Outra dificuldade é manter a inovação contínua. As sócias precisam se debruçar sobre pesquisas de mercado para criar constantemente novos pratos e sobremesas. Encontrar ingredientes orgânicos também é uma maratona. “A cenoura precisa ter um tamanho e uma espessura ideal para determinado corte, caso contrário há muita perda”, diz a empreendedora.

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição,
acesse a Pequenas Empresas & Grandes Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
Logo-Novo-Finalizado---Sem-fundo.png